Newello e TecVoz marcam presença na maior feira de decoração da América Latina

25/7/2014

A Casa Cor, maior feira de decoração da América Latina, conta este ano com a presença de duas empresas de destaque no mercado de segurança: a Newello e a TecVoz. Cada uma delas incorporou um de seus produtos de controle de acesso e de CFTV, respectivamente, a alguns espaços do evento.


Com objetivo de expandir o conceito de automação e controle de acesso, a Newello, empresa especializada segurança eletrônica e fabricante da marca New Acess com produtos biométricos, participa da edição 2011 da Casa Cor, maior evento de arquitetura e decoração das Américas e o segundo do mundo.

Presente em dois ambientes, a Newello mostra como as tecnologias de automação e controle de acesso podem levar segurança, agilidade e comodidade aos ambientes do evento e que também podem fazer parte de nosso cotidiano.

O espaço Joalheria, arquitetado por Lilian Tedesco, conta com o sistema de segurança e controle de acesso da marca. Em um espaço com quatro totens folhados a ouro, onde são expostas as joias à venda, é utilizado um sistema de acesso biométrico, sendo acessível somente após o reconhecimento digital das vendedoras da loja, não sendo necessária a utilização da chave. Além disso, a joalheria conta com um sistema de CFTV (Circuito Fechado de TV) desenvolvido com câmeras em tecnologia IP da TecVoz, especializada em segurança eletrônica.

Já o segundo ambiente, desenhado pelos arquitetos João Meirelles e Isabela Augusto de Lima, traz a suíte de Ney Matogrosso.  Inspirado no cantor, o quarto conta com o sistema de automação controlando a iluminação do local, definindo o nível de claridade emitida pelas lâmpadas.

De acordo com o diretor da Newello, Mario Montenegro (foto) participar evento demonstra que essas tecnologias estão chegando cada vez mais ao público. "Contar com nossas soluções dentro da Casa Cor é extremamente importante. Mostra que esse mercado está aquecendo e a automação e o controle de acesso deixaram de ser coisa de filme. Os custos não são mais tão elevados como antigamente, e passam a ser acessíveis, trazendo-nos a possibilidade de fazer cada vez mais negócios", afirma.

Fonte: http://www.revistadigitalsecurity.com.br/